e-escola

Anaglifos

Publicado em 18/05/2007 | Física

anaglifos_Fig1

Decerto já reparaste naquelas imagens espectaculares a três dimensões em que é necessário usar um par de óculos especial, com uma lente vermelha e outra azul. Neste artigo vais aprender como funciona este tipo de imagens, como podes fazer as tuas próprias imagens em 3D e os óculos para as poderes ver.

A este tipo de imagem 3D dá-se o nome de anaglifo. Os anaglifos foram inventados por volta de 1850 por um físico português, José Carlos de Almeida. O princípio de funcionamento destas imagens baseia-se no facto de os nossos olhos verem a mesma imagem de perspectivas diferentes, ou seja, quando olhamos para um objecto, o olho esquerdo vê uma imagem mais desviada para a esquerda do objecto e o direito vê uma imagem mais desviada para a direita. Esta diferença é mais perceptível quanto mais perto estiver o objecto para onde estamos a olhar.

Dica: Observa qualquer objecto que esteja a cerca de um palmo do teu nariz, fecha um olho e depois o outro. Notas a diferença?

Como funcionam?

Quando estas duas imagens diferentes são interpretadas pelo nosso cérebro, conseguimos ter a noção das três dimensões. Então como fazemos para ver imagens 3D numa fotografia? O truque consiste em obrigar os nossos olhos a verem coisas diferentes quando olhamos para a mesma fotografia. Isto é possível se conseguirmos separar as duas partes diferentes que estão na mesma imagem. A maneira mais simples de o fazer é fazendo com que uma das partes tenha apenas a componente vermelha da imagem e a outra as componentes verde e azul.

Utilizando óculos especiais, cujas lentes coloridas actuam como filtros, um olho irá ver a imagem com a componente vermelha e o outro com as azuis e verdes. (ver Fig. 1).

anaglifos_Fig2

Fig. 1

anaglifos_img1
Como fazer as tuas próprias imagens?

Para poderes fazer os teus próprios anaglifos (imagens 3D), precisas de um par de imagens estereoscópicas. Isto é, duas imagens do mesmo objecto, cujos pontos de tiragem (local de onde tiras a fotografia) estão separados pela distância entre os teus olhos, cerca de 4~5 cm. A partir destas imagens, e com a ajuda de software de tratamento de imagem podes combiná-las de modo a obter uma imagem única, mas em 3D!

A forma mais fácil de criares anaglifos consiste na utilização de uma câmara fotográfica digital e do programa “The Gimp”. Este é freeware e existem versões para sistemas operativos Windows, Linux e MacOSX. Pode ser encontrado em http://www.gimp.org/Link externo.

O primeiro passo consiste em tirar as fotografias. Idealmente deverias utilizar um tripé, de modo a garantir que o deslocamento da imagem é apenas horizontal. No momento em que a primeira fotografia irá ser tirada, deves assegurar-te que o objecto está um pouco deslocado para a esquerda em relação ao centro da fotografia (no caso desta conter mais do que um objecto usa um ponto de referência fácil de identificar). Esta corresponderá à imagem do olho esquerdo. Em seguida, desloca a câmara (ou tripé, se o utilizares) em cerca de 4~5 cm para a direita e tira uma segunda fotografia. Esta corresponderá à imagem do olho direito.

O segundo passo consiste na passagem das imagens para o computador. Dá-lhes um nome sugestivo e fácil de perceber, como por exemplo objecto_esquerda.jpg para a primeira imagem e objecto_direita.jpg para a segunda imagem (no caso destas não estarem no formato JPEG devem manter a extensão do ficheiro utilizada).

O terceiro passo consiste em abrir as imagens no GIMP. Começa por iniciar o programa. De seguida vai a File -> Open e selecciona as duas imagens. Aparecem duas novas janelas cada uma com a sua imagem. Selecciona a imagem do olho esquerdo e cria uma nova camada transparente. Layer-> New Layer. Esta camada vai ser onde vamos colocar a parte correspondente à imagem do lado direito, portanto podes dar-lhe o nome D. De seguida selecciona a imagem do olho direito e clica em CTRL+C para copiares toda a imagem. Volta a seleccionar a imagem do olho esquerdo, e na janela onde aparecem as camadas da imagem selecciona a camada transparente que criaste. Volta a seleccionar a janela da imagem do olho esquerdo e clica em CRTL+P para transferires a imagem do olho direito para a camada transparente que criaste. A partir deste ponto podes fechar a janela com a imagem do olho direito.

O quarto passo consiste em alinhar as imagens. Para isso tens de alterar a opacidade da imagem que está na camada D para cerca de 50%, de modo a poderes ver ambas as imagens ao mesmo tempo (ver Fig. 3).

anaglifos_img2

Fig. 2

anaglifos_img3

Fig. 3

Utilizando o rato podes mover a imagem transparente e coloca-la em posição.

Dica: Se ainda te lembras de que os olhos vêem imagens diferentes e que quanto mais perto está o objecto que se observa maior é a diferença, então tenta ajustar as imagens de modo a que os pormenores da parte de trás e do centro se sobreponham o máximo possível. Em seguida altera a opacidade da camada D outra vez para 100%.

O quinto passo consiste no corte da imagem de modo a que fique apenas com a parte da imagem que se sobrepõe. Para realizares essa operação vai a Image->Crop Image. Para teres a certeza de que a imagem é composta por duas camadas de tamanhos iguais vai a Layer->Layer to Image Size.

O sexto passo consiste em separar as várias cores. Para isso vai a janela onde aparecem as camada e selecciona a do fundo (a que tem a imagem do olho esquerdo). Volta à janela onde está a imagem, clica nesta com o botão direito do rato e vai a Image->Mode->Decompose (ver Fig. 2).

Na janela que aparece escolhe o formato RGB (Red, Green and Blue) e certifica-te que a opção Decompose to Layers não está seleccionada. Vão aparecer três novas janelas com imagens, cada uma com a sua componente de cor retirada da imagem do olho esquerdo. Fecha as janelas da cor azul e verde. Volta à imagem a cores e na janela com as camadas escolhe a camada D. Clica de novo com o botão direito do rato na imagem a cores e faz a decomposição nas três cores tal como anteriormente. Desta vez fecha apenas a janela com a imagem referente ao vermelho.

Por esta altura deverás ter a imagem a cores com a sobreposição das duas originais e três janelas, duas correspondentes às cores azul e verde do olho direito e um correspondente à cor vermelha do olho esquerdo.

Para finalizar só tens de combinar estas três imagens numa só. Para isso selecciona uma delas e clica com o botão direito do rato. Selecciona de novo Image->Mode e agora Compose. Selecciona as imagens correspondentes às várias cores colocando-as no canal de cor apropriado e clica em OK.

Irá aparecer uma nova janela com a tua imagem final em 3D! Não te esqueças de a gravar, para isso selecciona File->Save.

anaglifos_img6
anaglifos_img7

Autor: João Fortunato

© 2008-2009, Instituto Superior Técnico. Todos os direitos reservados.
  • Feder
  • POS_conhecimento