e-escola

Forças de atrito Intermédio

Publicado em 04/05/2004 (revisto em 02/03/2010)

No caso de um corpo parado com a mesa inclinada

A força de atrito máxima é proporcional à força normal (ou força de reacção) que a superfície exerce sobre o corpo e o coeficiente de proporcionalidade é chamado o coeficiente de atrito estático:

em que festatico é o coeficiente de atrito estático.

Na equação anterior, usámos apenas os módulos por causa de uma propriedade específica das forças de atrito: têm a mesma direcção, mas o sentido contrário à direcção do movimento do corpo, ou seja, da velocidade do corpo (e não necessariamente à direcção das outras forças que se exercem sobre o corpo).

Na prática, neste caso em que o corpo está parado, atrito mede-se através da força mínima necessária para pôr o corpo em movimento. Uma vez que se tem o valor da força de atrito, pode-se calcular o valor do coeficiente de atrito estático com a equação acima (o valor da força normal é o mesmo que o valor do peso do corpo quando a mesa está na horizontal).

Note-se que se um corpo estiver parado, a soma vectorial de todas as forças a actuar sobre esse corpo tem de ser nula (as forças têm de se anular mutuamente). No caso do livro sobre a mesa, se esta estiver na horizontal, não há força de atrito aplicada, pois o corpo também não se iria deslocar se a mesa fosse perfeitamente lisa.

Se a mesa for rugosa, e empurrarmos o corpo, exercendo uma nova força paralela à mesa, o corpo não se mexerá logo, pois existirá uma força de atrito, igual e de sinal contrário à força que estamos a aplicar, enquanto a intensidade da força por nós aplicada não for superior à força de atrito máxima. Só quando a força por nós aplicada for superior a esse valor máximo, o corpo começará a deslocar-se. Pode-se, assim, medir o coeficiente atrito através da força mínima que temos que aplicar para pôr o corpo em movimento.

Esse coeficiente de atrito, correspondente à força de atrito máxima enquanto o corpo está parado, denomina-se coeficiente de atrito estático, e pode ser calculado como a razão entre a força de atrito máxima (idêntica ao valor da força por nós aplicada quando o corpo iniciou a sua marcha) e a intensidade da força de reacção normal (força exercida pela superfície sobre o corpo).

Autor e Créditos

Autor:

Créditos:

  • Salvina Ribeiro
 

Tópicos Relacionados

 

Para comentar tem de estar registado no portal.

Esqueceu-se da password?

© 2008-2009, Instituto Superior Técnico. Todos os direitos reservados.
  • Feder
  • POS_conhecimento